Lab Vita Análises Clínicas Erechim
1

ACETILCOLINA, ANTICORPO LIGADOR DO RECEPTOR

Confirma o diagnóstico de miastenia gravis (MG); sendo o ensaio altamente especifico. Detecta MG em pacientes com timoma ou doença enxerto-hospedeiro. O anticorpo anti-receptor de acetilcolina é negativo em 7% a 34% dos indivíduos com MG e, falso-negativos são observados em 21% a 50% dos casos de MG ocular. O anticorpo pode não ser detectado durante os primeiros 6 a 12 meses após o inicio dos sintomas. O teste tem maior probabilidade de estar positivo naqueles com forma moderada a grave do que em indivíduos com a forma leve da doença. Resultados falso-positivos biológicos são encontrados na síndrome de Eaton-Lambert, raramente em parentes do primeiro grau dos acometidos com MG, timoma sem evidencia de MG, esclerose lateral amiotrófica, cirrose biliar primaria carcinoma de pulmão e em indivíduos idosos com propensão a doenças auto-imunes. Embora falso-
positivos são descritos em indivíduos submetidos a transplante de medula óssea e tratamento subsequente com penicilamina, sinais clínicos de MG podem desenvolver-se nesses pacientes.

Segue abaixo uma orientação quanto à indicação do uso dos anticorpos dos receptores de acetilcolina (ligador, bloqueador e receptor):

Screening inicial: anticorpo ligador
Confirmação de diagnóstico: anticorpo ligador ou anticorpo modulador (caso o ligador for negativo)
Monitorização da resposta terapêutica e progressão da doença: anticorpo bloqueador
Início recente da MG (menor que 1 ano): anticorpo modulador
Apenas fraqueza moderada do músculo: anticorpo modulador
Apenas fraqueza do músculo ocular: anticorpo modulador

Orientações: Jejum desejável de 4 horas.

Entre em contato