Lab Vita Análises Clínicas Erechim
1
15/08/2021

Variantes da Covid-19: você sabe diferenciar as nomenclaturas?

f compartilhe
Variantes da Covid-19: você sabe diferenciar as nomenclaturas?

 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) deu novos nomes às variantes de preocupação, ou seja, as versões dos vírus da Covid que apresentam maior taxa de transmissão, maior gravidade dos sintomas ou mais resistência às medidas de contenção, como as vacinas.

Alfa: É a variante B. 1. 1. 7, identificada pela primeira vez no Reino Unido em setembro de 2020. Estudos apontam que sua transmissão é 50% maior que o coronavírus original e os sintomas causados por sua infecção são mais severos.

Beta: É a variante detectada pela primeira vez na África do Sul em dezembro de 2020. A ela são atribuídas características como transmissão 50% maior e menor suscetibilidade e anticorpos de pessoas recuperadas e vacinas.

Gama: Dominante no Brasil, ela é creditada como responsável pela onda de infecções que atingiu nosso país em 2021. Acredita-se que seja menos suscetível a anticorpos e vacinas que atuam contra o vírus original.

Delta: Foi descoberta na Índia em outubro de 2020 e é uma das versões que causa mais preocupação atualmente. Sua transmissibilidade é maior que a do vírus original, além de ser potencialmente mais resistente a vacinas.

De acordo com a Anvisa, os exames disponíveis no Brasil são capazes de reconhecer diferentes variantes do novo coronavírus, incluindo a variante Delta, recentemente identificada. O RT-PCR e o Teste do Antígeno que utilizamos detecta o Sars-Cov-2, porém, para a identificação das variantes deve ser realizado o teste de genotipagem de variantes para Covid-19, que detecta a Zeta (P.2) Alfa (B.1.1.7)Beta (B.1.351) Kapa (B.1.671.1) Delta (B.1.671.2) P.4.

 




plus web marketing digital sites ecommerce erechim

Whastapp Email
Em que posso ajudar?